terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Dicas e conselhos para um Natal de ferro


Quando se fala de anemia tem de se falar de deficiência de ferro, uma vez que esta, ainda que não seja a única, é a principal responsável pelos casos de anemia. E quando se fala em ferro é quase inevitável falar em alimentação, tema que vem a propósito da quadra natalícia. Afinal, quem é que ainda não pensou sobre qual a melhor forma de apresentar o bacalhau da consoada, qual o melhor prato para a mesa do dia 25 ou que sobremesas prometem adoçar esta noite em família? 

Porque a prevenção continua a ser o melhor remédio e porque, aqui, esta passa pela alimentação, que tal reforçar a atenção prestada ao que coloca no prazo nesta época? É no equilíbrio que está o segredo e este significa comer com conta, peso e medida, mesmo que seja complicado resistir a todas as tentações que costumam encher a mesa nesta altura do ano.

Seja um menu mais tradicional ou mais arrojado, há opções saudáveis para todos os gostos. Se é vegetariano, o blog do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, da Direção-Geral da Saúde, deixa uma sugestão rica em ferro e não só: abóbora-menina recheada com castanhas, cogumelos e avelãs (uma receita que encontra aqui), que junta os hortícolas da época, aos frutos gordos, resultando num prato “rico em sabores e texturas”, complementado com um puré de feijão branco.