terça-feira, 29 de outubro de 2019

Cansaço: o que é normal e o que pode ser sinal de deficiência de ferro


Estar cansado é um estado universal, que não discrimina consoante a idade, o sexo, a profissão. Cansam-se os mais novos e os mais velhos, os homens e as mulheres, cansam-se aqueles com um trabalho mais físico e também os restantes. Mas ainda que o cansaço possa ser normal, sintoma de dias corridos, com pouco tempo para o descanso, é provavelmente o sintoma mais comummente associado à deficiência de ferro e à anemia. Distinguir o que é cansaço normal do sintoma de que nem tudo vai bem pode não ser tarefa fácil, mas se a exaustão persistir, ou seja, se a falta de energia se prolongar por vários dias, afetando o corpo e a mente sem que haja grandes motivos para tal, então esse pode ser o sinal de que sofre de deficiência de ferro ou anemia. Porquê? A resposta está associada ao oxigénio, ou melhor, à redução deste, resultado de uma diminuição do número das células sanguíneas que fazem o transporte do oxigénio a partir dos pulmões para os órgãos vitais do corpo, os glóbulos vermelhos. Quando assim é, um dos sintomas é a fadiga, uma fadiga que não passa. Neste casos, é importante que valorize o que sente, evitando cair na tentação da justificação simples, ou seja, de associar o cansaço à agitação diária. E é importante também que consulte um médico, explicando o que sente e estando sempre atento a outros sinais que indiquem que sofre de deficiência em ferro.